AS Notícias Online prefeitura
HOME POLÍCIA POLÍTICA ESPORTE GERAL EVENTOS EMPREGOS AGENDA VÍDEOS CONTATO
Boa noite - Itabira, quarta, 20 de março de 2019  

GERAL
Balanço – Saae destaca conquistas notórias no panorama hídrico de Itabira em 2018
26/12/2018

Balanço – Saae destaca conquistas notórias no panorama hídrico de Itabira em 2018

 

 

Apesar do arrocho financeiro sofrido pelo Município, uma de suas principais autarquias, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), teve um ano promissor. As obras entregues e as ações em andamento demonstram um salto em gestão e prestação de serviços à comunidade. “Em termos de saneamento básico, por exemplo, tivemos uma evolução notória”, resumiu o diretor-presidente do Saae, Leonardo Ferreira Lopes.

Em 2018, o Saae construiu interceptores de esgoto sob 13 travessias da cidade, através de método não destrutivo (MND), o que resolve o descarte irregular de esgoto em canais como o do bairro Juca Rosa. Também, empreendeu a construção e remodulação de redes de esgotamento nas regiões do Nossa Senhora das Oliveiras, São Cristóvão, Moinho Velho, Hamilton, João XXIII, Colina da Praia, Ribeira e outras.

Em termos de saneamento, o Município avançou de 44%, no início deste ano, para os atuais 56% de tratamento do esgoto gerado em solo itabirano. O feito abriu caminhos à cidade para reivindicar o ICMS Ecológico, arrecadação que tem como critério ter mais de 50% do esgoto urbano de uma cidade tratado. “Além de propiciar mais saúde à população, estamos gerando renda ao Município”, destacou Leonardo.

 

Meta

Com obras previstas para o início de 2019, há uma estimativa de superar a marca dos 90% de esgoto tratado até o fim do próximo ano. Dentre as intervenções previstas, uma empresa foi licitada para aprimorar e reformular o saneamento rural; estão em andamento as obras de ampliação e modernização da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do distrito de Ipoema e a implantação de emissários nesse território, que farão a captação dos resíduos. O Saae contratou, para mais, o projeto para construir a futura ETE do bairro Pedreira.

Outra ação foi a compra de equipamento importado capaz de identificar ligações irregulares de esgoto através de uma fumaça não tóxica inserida nos pontos de visitação (PV) das vias públicas. Uma operação “caça-esgoto” deverá ser deflagrada em breve.

“Na conclusão de todas as obras, nós estaremos entre as 30 melhores cidades do país em tratamento de esgoto”, projeta o diretor-presidente da autarquia. De acordo com o Instituto Trata Brasil, apenas 45% do esgoto gerado no Brasil passa por tratamento.

 

Produção de água

Em abril, o Saae inaugurou a nova Estação de Tratamento de Água (ETA) de Senhora do Carmo. O distrito, aliás, receberá novas obras a partir de janeiro, quando será construída a Unidade de Tratamento de Resíduos (UTR). Assim, o resíduo líquido (água com lodo) da ETA será destinado à UTR com o objetivo de realizar o tratamento. Através de um processo de filtração, mais água tratada será produzida. A ETA produz hoje 16 litros por segundo, em média, e poderá aumentar a produção em 5% após a conclusão da UTR. “O que é descartado, voltará ao processo, resultando em maior sustentabilidade”, esclarece Leonardo Lopes.

ETE Carmo

O balanço de ações do Saae em 2018 tem também a instalação de válvulas reguladoras de pressão no perímetro urbano da cidade – graças aos equipamentos é possível evitar vazamentos na rede; pôs novos motores elétricos nas ETA’s Senhora do Carmo, Ipoema e Pureza, com redução de consumo e eficiência energética; e substituiu redes subadutoras com um material mais resistente à pressão da água – caso da rua Daniel Jardim de Grisolia.

Obras Saae bairro Hamilton

Conjuntamente, as instalações administrativas do Saae passam por reforma; são construídos muros no entorno de reservatórios; foi feito recadastro dos clientes e atualização de seus dados; credenciamento de outras instituições bancárias e cooperativas de crédito para as contas de água; e investimentos em educação ambiental – vide projeto “Protetores da Água”, desenvolvido com as crianças das escolas municipais Coronel José Batista e Professor Alfredo Sampaio.

 

Rio Tanque

Foram realizados nos últimos meses audiência e consulta pública para o projeto de captação e tratamento de água no rio Tanque. Dado o custeio da obra, orçada em cifra acima dos R$ 50 milhões, o projeto será executado por meio de parceria público-privada (PPP). Rio Tanque é a saída da crise: a construção da ETA possibilitará a captação de 200 litros de água por segundo (l/s), e, esse volume acrescido ao existente, garantirá uma estabilidade no abastecimento para toda a cidade, pelos próximos 30 anos.

 

Troca de hidrômetros

O novo ano que se inicia contempla um feito fundamental ao Saae: a substituição de hidrômetros na cidade. Segundo o diretor da autarquia há equipamentos que datam de 30 anos e que já não fazem uma medição precisa do consumo do usuário. O ideal é trocá-lo a cada cinco anos. “Hoje Itabira possui 33 mil hidrômetros. Vamos substituir inicialmente 12 mil deles”, disse. O processo está em trâmite de licitação.

A questão é tida como fundamental porque a perda de água é um dos pontos mais frágeis do sistema de saneamento. O Saae registra hoje 36% de perda de água. Em 2017 esse percentual era de 42%. Após a troca dos hidrômetros, o índice pode cair para 28%. Para se ter uma ideia, a média de perda do recurso no estado, conforme Leonardo Lopes, é de 40%. “Se atingirmos a meta prevista, entraremos para o seleto rol das mais eficientes empresas de abastecimento e saneamento do país”.

 

Justiça social

À frente estão as obras do anel hidráulico da cidade, com pleito de financiamento aprovado pelo Legislativo municipal. Com a intervenção, o Saae poderá comunicar o reservatório do Alto dos Pinheiros ao do Areão e Juca Batista. Em trâmite de busca de recursos, o sistema poderá ser uma realidade em médio prazo. “Tornaremos, enfim, o abastecimento de água em Itabira democrático, de fato”, avalia o diretor-presidente.

O ano vigente, concluiu o gestor, para além dos desafios enfrentados, trouxe conquistas e alento ao saneamento itabirano. “Apesar da crise da qual o município vivencia, em termos de saneamento básico tivemos uma evolução gritante. Também registramos uma redução expressiva das reclamações da população em casos de falta d’água e qualidade do recurso”, encerrou.

 Reservatorio Alto dos Pinheiros

Concurso público

Para reforçar o quadro de profissionais, o Saae publicou edital de concurso público para o preenchimento de 38 vagas de nível fundamental, médio e superior. As inscrições terão início em 25 de fevereiro. Outras informações constam no site www.gestaodeconcursos.com.br.

 


 

 

E-mail: contato@regionaldigital.com.br

REGIONAL DIGITAL 2019. Todos os Direitos Reservados.
REGIONAL DIGITAL
INFORMAÇÃO DE QUALIDADE!
Desenvolvedor: SITE OURO