AS Notícias Online
HOME POLÍCIA POLÍTICA ESPORTE GERAL EVENTOS EMPREGOS AGENDA VÍDEOS CONTATO
Bom dia - Itabira, quarta, 19 de dezembro de 2018  

POLÍCIA
Cardiologista mantém família em cárcere e é preso em BH
Um disparo foi ouvido, e a polícia conseguiu negociar e liberar as vítimas - mulher, mãe e filha do médico 28/09/2018

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Viaturas da Rotam foram flagradas em frente ao prédio onde médico mora com família
Viaturas da Rotam foram flagradas em frente ao prédio onde médico mora com família
PUBLICADO EM 28/09/18 - 06h20

Um cardiologista de 30 anos foi preso, na madrugada desta sexta-feira (28), após manter a mulher, a mãe e a filha (uma criança de colo) em cárcere privado, dentro do apartamento da família, no Barro Preto, região Centro-Sul de Belo Horizonte.

"Ele disse que era médico do Hospital Vera Cruz, que faz uso de entorpecentes e que a família queria interná-lo. Quando o pessoal da clínica foi buscá-lo, ele não aceitou, ficou muito nervoso e estava com uma PT 380 em mãos", narrou o cabo Gustavo Lima do Batalhão Rondas Táticas Metropolitanas (Rotam).

Os policiais foram ao apartamento depois de receberem denúncia de que um disparo tinha sido dado de um apartamento do 7º andar, de um prédio em frente ao Hospital Vera Cruz, na rua Paracatu. Os policiais conseguiram negociar com o homem a liberação das vítimas e obtiveram êxito.

Ainda no imóvel os policiais apreenderam mais cinco armas: uma escopeta calibre 12 de 2 canos, um revólver calibre 38, um revólver calibre 32, uma garrucha calibre 32 e uma espingarda.

O médico B.S.J.L.A, de 30 anos, foi medicado e encaminhado para a Central de Flagrantes 2. As mulheres não o denunciaram pelo cárcere e, por isso, ele foi detido pela posse ilegal de arma de fogo.

 


 

 

E-mail: contato@regionaldigital.com.br

REGIONAL DIGITAL 2018. Todos os Direitos Reservados.
REGIONAL DIGITAL
INFORMAÇÃO DE QUALIDADE!
Desenvolvedor: SITE OURO