AS Notícias Online camara
HOME POLÍCIA POLÍTICA ESPORTE GERAL EVENTOS EMPREGOS AGENDA VÍDEOS CONTATO
Boa noite - Itabira, domingo, 16 de dezembro de 2018  

POLÍCIA
Assassino de família em Lima Duarte diz que sogro não aceitava o casal
Autor afirmou que preferia ver a família morta a se separar dela; ele está preso no Ceresp de Juiz de Fora 30/11/2018

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Autor
Autor confessou crime à Polícia Militar
PUBLICADO EM 29/11/18 - 19h05

O homem, de 43 anos, preso como principal suspeito de ter assassinado a companheira, de 17 anos, e os filhos do casal - uma menina de um ano e meio e um menino, de 6 meses - em Lima Duarte, na Zona da Mata, confessou o crime à Polícia Civil de Juiz de Fora, nessa quarta-feira (29). Ele está preso no Ceresp de Juiz de Fora.

De acordo o delegado José Márcio de Almeida Lopes, responsável pelo caso, o homem confessou que matou a família porque o pai da companheira não concordava com o relacionamento entre os dois. “Ele disse que o sogro não aceitava o relacionamento deles e preferia matá-la a se separar dela”, disse.

O homem ainda relatou aos agentes que assassinou primeiro a companheira para que ela não reagisse à morte dos filhos. “Depois, ele matou a criança de um ano e meio, e, por fim, o bebê de seis meses, esganando todos os três”, falou Lopes.

Durante o depoimento, segundo o delegado, o homem ora se dizia arrependido pelo crime, ora não esboçava qualquer tipo de reação de remorso.

Há possibilidade de que o autor sofra de algum transtorno mental, conforme relatos de pessoas que conheciam a família, mas a informação ainda será confirmada por meio de relatório médico junto à Jústiça.

O crime

Vizinhos da família acionaram a Polícia Militar na noite dessa quarta depois de sentirem mau cheiro vindo da casa e relataram à Corporação que haviam visto a família pela última vez na noite do  sábado (28).

Ao chegar da residência, os militares encontraram os corpos  já com indícios de decomposição. A casa onde a família morava também estava revirada, com roupas espalhadas pelo chão.

O homem foi preso na quarta, depois de ter chegado à residência, no momento em que os militares registravam a ocorrência. O autor contou à Polícia Militar que matou a família e começou a perambular pela cidade.

De acordo com informações de vizinhos, o casal estava junto há cerca de três anos.

 


 

 

E-mail: contato@regionaldigital.com.br

REGIONAL DIGITAL 2018. Todos os Direitos Reservados.
REGIONAL DIGITAL
INFORMAÇÃO DE QUALIDADE!
Desenvolvedor: SITE OURO