AS Notícias Online 20prefeitura
HOME POLÍCIA POLÍTICA ESPORTE GERAL EVENTOS EMPREGOS AGENDA VÍDEOS CONTATO
Boa madrugada - Itabira, quinta, 20 de junho de 2019  

POLITÍCA
Em diplomação, Zema fala em sacrifício para tirar Minas da crise
Na solenidade marcada por briga, futuro chefe do Executivo afirmou que meta é equilibrar as contas 20/12/2018

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 20/12/18 - 03h00

Em uma cerimônia tumultuada, na tarde desta quarta-feira (19), o futuro governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), foi diplomado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG). A solenidade ocorreu no Grande Teatro do Palácio das Artes, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. Em seu discurso, Zema disse que, durante a nova gestão, todos vão ter que fazer sacrifícios para que o Estado saia da UTI por conta do “extremo momento de fragilidade das contas públicas”.

O governador eleito ainda afirmou, durante seu pronunciamento, que o Estado passará por tempos difíceis e que medidas duras serão tomadas. “Essas ações vão ser necessárias para que as contas públicas estejam em dia e para que isso dê a Minas um melhor ambiente de negócios, maior qualidade dos serviços públicos e, principalmente, para que possamos garantir um futuro melhor para os mineiros”, afirmou ele, pontuando que é preciso “paciência e união” para que as medidas deem certo.

O futuro chefe do Executivo declarou ainda que as 853 cidades mineiras passam por uma situação de quase falência por conta da falta de repasses constitucionais do governo estadual às prefeituras. De acordo com Zema, para mudar isso, é necessário que haja a união entre os mineiros e as esferas de poder. Além disso, ele ressaltou que é preciso ter respeito aos cidadãos, aos investidores, a quem trabalha e quer trabalhar, e respeito com o dinheiro do povo.

 


 

 

E-mail: contato@regionaldigital.com.br

REGIONAL DIGITAL 2019. Todos os Direitos Reservados.
REGIONAL DIGITAL
INFORMAÇÃO DE QUALIDADE!
Desenvolvedor: SITE OURO